Delegação sergipana realiza reunião de trabalho com a empresa Nebras Power, em Doha

A Nebras Power é uma empresa internacional de investimentos em energia, subsidiária da Qatar Electricity & Water Company (QWEC), e constitui, juntamente com a brasileira Diamante Geração de Energia, uma joint venture no Brasil

A agenda dos representantes do Governo de Sergipe no continente asiático seguiu nesta segunda-feira, 11. Agora em Doha, no Catar, os gestores se reuniram com a empresa internacional de investimentos em energia Nebras Power, subsidiária da Qatar Electricity & Water Company (QWEC), que, juntamente com a brasileira Diamante Geração de Energia, forma uma joint venture para desenvolvimento de projetos no Brasil. O encontro é a continuidade de um diálogo iniciado em junho deste ano, com a participação do governador Fábio Mitidieri, para o desenvolvimento de projetos no estado.

Além de projetos localizados em Santa Catarina, o grupo prospecta expandir seus investimentos para outras regiões do país. Nesse sentido, o Governo de Sergipe tem estreitado relações com a empresa, a fim de atrair investimentos do grupo para o estado, em razão do cenário favorável no âmbito energético, por conta do terminal de GNL da Eneva e também da perspectiva da disponibilidade de gás offshore.

Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia, Valmor Barbosa, a agenda foi mais uma oportunidade de buscar a atração de grandes empresas consumidoras de gás para Sergipe. “Nosso principal objetivo é desenvolver o estado. Para isso, demos continuidade a um diálogo iniciado pelo governador Fábio Mitidieri, com a Diamante Geração de Energia, por meio do CEO, Pedro Litsek, a fim de levar a empresa para realizar projetos no estado. Os acionistas já demonstraram interesse diante da grande disponibilidade de gás que Sergipe oferece. Vamos continuar trabalhando para garantir que esses investimentos se concretizem”, detalhou.

Além do secretário Valmor Barbosa, a delegação sergipana conta com a presença do secretário executivo da Sedetec, Marcelo Menezes, do presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise), Ronaldo Guimarães, do presidente da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Sergipe (Agrese), Hamilton Santana e do presidente da Sergas, José Matos. O grupo foi recebido em Doha pelo CEO da Nebras Power, Khalid Jolo; pelo diretor de desenvolvimento de negócios, Faisal Obaid Al-Siddiqi; pelo representante no Brasil da Nebras Power, Adil Chenaf; e pelo presidente do Conselho da Diamante Geração de Energia, Jorge Nemr.

“Tivemos uma ótima reunião e entendemos um pouco do mercado e a oportunidade que teremos no processo. Esta é uma continuação da visita do nosso time que tivemos no estado, onde discutimos o quão interessados estamos no mercado em geral no Brasil e em Sergipe, especificamente. Existe muito a ser feito depois disso. Uma continuação da discussão de hoje será feita e espero que em breve tenhamos como concluir nosso negócio no estado de Sergipe”, destacou o CEO da Nebras Power, Khalid Jolo.

A diretora de operações da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil) no Oriente Médio, Norte da África e Índia, Tatiana Riera, também acompanhou a agenda e pontuou que Sergipe tem se colocado como um destino estratégico para quem deseja investir, principalmente no setor de gás natural e petróleo. “O gasoduto de conexão do terminal de GNL estará operacional no fim do primeiro semestre do próximo ano, contribuindo para a atração de investimento de indústrias que utilizem desse gás como fonte de energia, desenvolvendo o estado e a região Nordeste com a promoção de emprego e renda. O Oriente Médio é, de fato, uma região que está olhando para isso no mundo e no Brasil”, revelou. 

Agenda institucional

Além da reunião com a empresa de energia, a delegação sergipana, durante sua passagem pelo Catar, esteve na embaixada do Brasil no país, com a finalidade de apresentar a expectativa do estado para o desenvolvimento do setor de gás natural. O secretário da embaixada, Lauro Grott, ressaltou a iniciativa da comitiva de Sergipe em divulgar as oportunidades de negócio que o estado possui. “Nós aqui, na embaixada, temos um setor comercial onde dialogamos com potenciais interessados e estamos aqui à disposição para auxiliar no que for necessário, inclusive com a promoção dos investimentos de Sergipe no Catar e vice-versa”, afirmou.

Última atualização: 19 de setembro de 2023 10:23.

Pular para o conteúdo