Fábio discute com a maior distribuidora de fertilizantes do país parcerias para ampliar a produção em Sergipe

Investimento de R$ 800 milhões vai ampliar a produção de cloreto de potássio e fortalecer o protagonismo do estado em cenário nacional

O Governo de Sergipe tem trabalhado para ser um parceiro estratégico do setor produtivo na construção de políticas que impulsionam o desenvolvimento socioeconômico do estado. Nesta quarta-feira, 15, o governador Fábio Mitidieri se reuniu com executivos da Mosaic Fertilizantes, empresa que está investindo R$ 800 milhões no Complexo Mineroquímico de Taquari-Vassouras, localizado em Rosário do Catete. O encontro aconteceu no Palácio Museu Olímpio Campos, situado no Centro de Aracaju.

A empresa é atualmente a maior distribuidora de fertilizantes do Brasil, presente em dez estados brasileiros, com 16 unidades em operação. No Complexo Taquari-Vassouras, o grupo operacionaliza a única mina subterrânea de potássio do hemisfério sul. O local tem se destacado na extração do minério silvinita, importante componente para a mistura de fertilizantes. No ano passado, foram produzidas 300 mil toneladas e a expectativa é que, com o investimento anunciado, em 2025 a produção seja da ordem de 450 mil toneladas. 

Durante o encontro, o governador ressaltou o compromisso de sua gestão com a implementação de políticas efetivas para geração de emprego e renda. Ele também agradeceu a confiança do grupo investidor em ampliar suas atividades econômicas no estado. “Estamos muito entusiasmados com o crescimento da produção aqui em Sergipe. Isso significa mais emprego e renda, mas também transferência de conhecimento, desenvolvimento social e econômico. Queremos mais uma vez colocar o estado à disposição, tenham certeza que estamos aqui para sermos parceiros e indutores do desenvolvimento”, disse.

Segundo Fábio, o investimento da Mosaic Fertilizantes em Sergipe vai contribuir com o fortalecimento das políticas públicas de desenvolvimento do estado, estimulando toda cadeia produtiva. “Ter uma empresa como essa, apostando em nossa região, é muito importante para nós, vocês fazem parte do portfólio de empresas que estão acreditando no nosso estado, agradecemos essa parceria e nos colocamos à disposição”, destacou.

Investimento
O objetivo do investimento de R$ 800 milhões, anunciado pela Mosaic Fertilizantes, é ampliar a produção do minério em território sergipano e, para isso, a empresa também almeja investir em mão de obra, contratação de serviços e compra de materiais, contribuindo, assim, para o crescimento da economia de Sergipe e reafirmando o empenho com o agronegócio brasileiro, especialmente com o Plano Nacional de Fertilizantes. 

“Desde 2004 estamos investindo no Brasil. Estamos orgulhosos e animados em anunciar esse investimento e esse compromisso com Sergipe e com a agricultura brasileira, que é resultado de muito trabalho interno, de estudos técnicos, e de engenharia. Além de garantir a continuidade da operação para além de 2030, o aporte contribui para a competitividade da indústria ao aumentar, a partir de 2025, em 50% a capacidade de produção de potássio no local”, frisou Corrine Ricardo, CEO da Mosaic Fertilizantes.

Segundo o secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Valmor Barbosa, a empresa deve ser incluída no Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI). “A Mosaic entrou com um pedido para incentivos, por meio do PSDI, no ano passado, mas com os novos investimentos anunciados irá reformular o pedido para incluir novos itens que serão adquiridos para essa nova fase da mina Taquari-Vassouras e, assim, poder contar ainda mais com a colaboração do estado”, pontuou.

Já o secretário Especial do Trabalho, Emprego e Empreendedorismo, Jorge Teles falou sobre a contribuição que esse investimento trará para o povo sergipano e fez um apelo à Mosaic para construir, em parceria com o governo, um investimento também na área social.

“Uma iniciativa dessa magnitude importa para o nosso estado, nós temos uma visão voltada para o futuro, vivemos um momento de retomada desses investimentos. E o que Sergipe precisa é de investimento social para que juntos possamos trabalhar pela qualificação de mão de obra, dando acesso ao conhecimento ao sergipano, investimento em transferência de tecnologia, preparando o estado para o futuro após a exploração. Que possamos construir através das relações institucionais um projeto que deixe um benefício permanente ao estado de Sergipe, isso eu tenho certeza que está alinhado com a política da empresa”, destacou Jorge Teles.

Última atualização: 5 de abril de 2023 19:42.

Pular para o conteúdo