IPTI prepara expansão do projeto pedagógico Synapse

Além de Santa Luzia do Itanhy, a tecnologia social será implementada em outros três municípios sergipanos

O Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação (IPTI) dará início aos testes de escalabilidade do projeto socioeducacional Synapse Educação Infantil. A metodologia educacional que tem sido desenvolvida desde 2018, em Santa Luzia do Itanhy, será reaplicada nos municípios de Santa Rosa de Lima, Campo de Brito e São Miguel do Aleixo. O IPTI é parceiro do Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec). O Synapse conta com apoio da AmBev, por meio do Programa VOA.

Segundo o responsável pelo relacionamento institucional do IPTI, Saulo Barreto, o modelo atual do Synapse será avaliado, para que, futuramente, o projeto seja expandido para outras cidades. “Ao longo de 2022 vamos validar o modelo de escala, avaliar impacto e sistematizar o Synapse Ei ,para que esta tecnologia social esteja pronta para ganhar escala ainda maior”, explica.

Synapse

O projeto trata da construção de uma metodologia educacional que visa o desenvolvimento integral de alunos que cursam o ensino infantil, tendo como um dos principais objetivos o estímulo às habilidades não cognitivas. De 2018 até o ano passado, a construção do modelo contou com a participação da equipe de apoio pedagógico e psicológico, dos pesquisadores do projeto e pelas cuidadoras e educadoras das creches e pré-escolas de Santa Luzia do Itanhy. 

O processo de construção do projeto resultou em diversos recursos pedagógicos que também foram co-produzidos por professoras da educação infantil de Santa Luzia do Itanhy. Entre os recursos estão os MAPEI’s (materiais de apoio pedagógico), o caderno integrado de planejamento pedagógico e a rede de contato local. O Caderno Pedagógico do Synapse Ei pode ser consultado na íntegra através do link: (https://www.ipti.org.br/app/uploads/2019/08/CADERNO-integrado-1.1.pdf)

Última atualização: 2 de março de 2022 15:22.

Pular para o conteúdo