Recursos de R$ 136 bi do PAC para Sergipe são destinados a obras estruturantes e petróleo e gás

Dos mais de R$ 136 bilhões que virão para o estado, R$ 109 bilhões serão injetados para viabilizar projetos ligados ao setor de petróleo e gás

Nesta sexta-feira, 11, Sergipe recebeu o anúncio do repasse de R$ 136,6 bilhões advindos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal. A notícia eleva Sergipe à posição de estado do Nordeste que mais receberá recursos do programa. O valor chega a Sergipe com destino certo, sendo reservado, em sua maioria, a obras de tráfego rodoviário, moradia e infraestrutura no setor de petróleo e gás.

Dos mais de R$ 136 bilhões que virão para o estado, R$ 109 bilhões serão injetados para viabilizar o projeto Sergipe Águas Profundas, da Petrobras. Estão incluídos nesse montante os navios plataformas (FPSO) voltados à produção de gás natural na bacia sergipana. Também faz parte desse escopo a construção de um gasoduto de transporte de GNL, que deve conectar a malha sergipana ao sistema nacional e ampliar a distribuição do gás produzido em Sergipe. 

Outra aplicação é a linha de transmissão de energia elétrica que passará por Tobias Barreto, Poço Verde e Canindé do São Francisco. Com extensão de 714 quilômetros (km), o Lote 6, arrematado durante leilão realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), compreende as regiões de Sergipe e Bahia e é composto pela Linha de Transmissão (LT) 500 kV Xingó – Camaçari II. O prazo de execução das obras é de 60 meses e a expectativa é de geração de 2.406 empregos diretos e indiretos. 

“Os recursos do PAC que virão para Sergipe serão revertidos em obras que transformarão a cara do estado e a vida dos sergipanos, trazendo emprego e renda e gerando desenvolvimento. Em se tratando dos valores destinados à área de petróleo e gás, são investimentos que fazem valer o potencial do estado em relação à sua matriz energética. Quando o Governo Federal destina um valor tão substancial para Sergipe, isto é um reconhecimento da importância do nosso estado para o Brasil e do quanto podemos crescer”, afirma o governador de Sergipe, Fábio Mitidieri.

De acordo com o secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Valmor Barbosa, os investimentos do Governo Federal e de empresas públicas e privadas irão contribuir substancialmente para o desenvolvimento do estado. “Com o desenvolvimento da produção dos campos em águas profundas, o escoamento da produção marítima por meio do gasoduto de interligação, a ligação do terminal de GNL à malha de transporte e as novas linhas de transmissão que estão sendo desenvolvidas teremos, em breve, uma nova realidade no setor energético em Sergipe. Sem dúvida, estamos vivendo um grande momento e todo o país vê isso”, informa.

Obras

Dentro das obras do PAC em Sergipe, estarão ações do programa Água para Todos, voltadas à infraestrutura hídrica e ao abastecimento de água. Estão compreendidos a construção da adutora e da estação de tratamento da barragem do Poxim, a ampliação do sistema da adutora do Agreste, e o projeto do Canal do Xingó. Também estão inclusos projetos de concessão de saneamento básico em diversos municípios, assim como a retomada de obras dessa natureza em Aracaju e Lagarto.

Quanto à infraestrutura em mobilidade, serão realizadas a duplicação da BR-101 – Sul e Norte e da BR-235 (Aracaju-Itabaiana). Estão inclusos, ainda, estudos para a concessão da BR-101 no trecho que liga Sergipe, Alagoas e Pernambuco, assim como a ligação entre as BRs 101 e 235 na conexão entre Sergipe e Bahia. A concessão do Aeroporto Santa Maria também faz parte da tabela de investimentos.

No âmbito do projeto Minha Casa, Minha Vida, estão previstas obras em todas as regiões sergipanas, com a construção de mais de 3,5 mil unidades habitacionais. Outra ação proposta são corredores de ônibus e terminais, voltados à melhoria da mobilidade urbana na capital. Para a Educação, a retomada e a conclusão de obras de creches e escolas de educação básica em todas as regiões do estado também fazem parte do planejamento do PAC. A Educação pública de nível superior também será contemplada, com obras no hospital universitário da Universidade Federal de Sergipe (UFS), em Lagarto. 

O suporte em tecnologia e conectividade também está previsto, com quase 2 mil localidades conectadas com implantação de sistemas de internet 4G e 5G. Os projetos também incluem infovias e TVs digitais.

A restauração de prédios históricos como o Museu de Arte Sacra e o Convento São Francisco, em São Cristóvão, assim como o Complexo Ferroviário, em Aracaju, também está incluída entre os investimentos. Na Saúde, a retomada de obras de Unidades Básicas de Saúde está no mapa de projetos, bem como o incremento de laboratórios e unidades especializadas. Todos esses projetos estão listados pelo Governo Federal em https://www.gov.br/casacivil/novopac/mapas-de-obras-por-estados

Última atualização: 16 de agosto de 2023 11:20.

Pular para o conteúdo