11 de dezembro de 2019, 15:40

Reunião técnica marca o lançamento do Fórum Sergipano de Petróleo & Gás


Instituições debateram como funcionará a instância deliberativa que atuará no fomento de políticas públicas para a área em Sergipe

Dentro das atividades programadas para o lançamento do Fórum Sergipano de Petróleo & Gás, as reuniões técnicas com empresários e instituições interessadas no assunto deram prosseguimento ao evento que debateu as perspectivas do mercado do gás no Brasil e as potencialidades de Sergipe. As instituições presentes explanaram as suas ideias e discutiram a elaboração do plano de trabalho com a empresa EloGroup, que prestará serviços ao Fórum. 

O Fórum Sergipano de Petróleo e Gás tem o propósito de institucionalizar, estruturar, articular e apoiar as ações das diversas organizações que atuam no setor, visando potencializar os seus resultados econômicos e aumentar a competitividade no mercado da indústria de bens e serviços no âmbito estadual e nacional. Os integrantes irão trabalhar ainda para elaborar um Plano de Desenvolvimento do Setor de Óleo e Gás e Plano Tributário para o Setor de Gás em Sergipe. “Temos um grande desafio pela frente que é o desenvolvimento de Sergipe, e a participação de todos aqui presentes é fundamental”, comentou o secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, José Augusto Carvalho.

O gerente Regional da Petrobrás em Sergipe, Paulo Marinho, participou da reunião e  ressaltou que a empresa não irá medir esforços para continuar colaborando com os interesses do estado através do Fórum. “No evento de hoje falamos bastante do gás natural, mas a importância do petróleo em Sergipe também tem sido significativa visto que as descobertas atuais tem favorecido a economia local”, destacou.

Com uma vasta experiência de 35 anos no setor de Petróleo e Gás, o engenheiro de petróleo Márcio Félix aceitou o convite governamental com o objetivo de coordenar o Fórum Sergipano de Petróleo e Gás. “Sergipe hoje entra para a história do país como um novo marco no mercado do gás. O meu papel aqui é de ajudar e organizar toda essa cadeia, para que os investimentos possam trazer o maior benefício possível para a sociedade sergipana”, afirmou.

A reunião do Fórum Sergipano de Petróleo e Gás contou com a participação das seguintes empresas Petrobrás; Petrogás; Petróleo e Energias de Sergipe (PENSE); Grupo Unigel; Universidade Federal de Sergipe; Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmica para Revestimentos, Louças Sanitárias e Congêneres (ANFACER); Associação Paulista das Cerâmicas de Revestimento (Aspacer); Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP); Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae); Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe (Fecomércio/SE); Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC); Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI); Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), SergipeTec, CREA/SE, Prefeituras da Barra, Carmópolis, Laranjeiras e Maruim, Enauta, BNDES, NDES, INFRAERO, entre outras.

Atualizado: