A convite do Governo de Sergipe, diretor da ANP conhece projetos na área do gás em desenvolvimento no estado

Agenda foi articulada pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia

Com a finalidade apresentar os projetos existentes na área do petróleo e gás natural em Sergipe para o diretor da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Cláudio Jorge Souza, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), viabilizou, nesta terça-feira, 7, uma visita guiada ao Hub de Gás Sergipe. O percurso passou pela termelétrica administrada pela Eneva, pelo canteiro de obras do gasoduto que está sendo construído pela Transportadora Associada de Gás Natural (TAG) e pela Unigel. 

Segundo o diretor da ANP, Cláudio Jorge Souza, a sua visita a Sergipe teve vários motivos, entre debates com a Sedetec sobre o desenvolvimento do estado e visitas técnicas. “A passagem pela obra do novo duto da TAG, pela térmica que está em pleno funcionamento e pela Unigel foi muito proveitosa. A previsão é de termos novas demandas de gás no país, e estas obras que estão acontecendo no estado serão fundamentais para essas demandas”, detalhou o diretor.

De acordo com o secretário-executivo da Sedetec, Marcelo Menezes, a agenda do gás está avançando de forma significativa no estado. “Hoje nós tivemos três importantes visitas. O diretor da ANP pôde conhecer o grande projeto da Eneva, e também a construção do gasoduto que conectará o terminal de GNL à rede de transporte, abrindo oportunidades de negócios para o estado. Isso representa um avanço importante para Sergipe, permitindo um aumento na oferta de gás, maior concorrência e preços competitivos. Fizemos também uma visita aqui na Unigel, que é uma planta importantíssima no estado de Sergipe e âncora de uma cadeia econômica bastante relevante” destacou.

A Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Agrese) também esteve presente participando das agendas. “Para a Agrese, como órgão regulador estadual, é fundamental participar e interagir com o diretor da ANP durante sua passagem por Sergipe”, reforçou o diretor Técnico Administrativo e Financeiro da Agrese, Alexandre Sobral.

Visitas

Durante a passagem pela Eneva, o diretor pôde ver de perto a UTE Porto de Sergipe I, instalada na Barra dos Coqueiros, que possui uma das maiores operações do setor de gás e energia no mundo. “É um grande prazer receber essa delegação aqui em nossa planta, em especial o diretor Cláudio Jorge. Nessas oportunidades, conseguimos mostrar na prática tudo que estamos trabalhando por meio da demonstração do nosso empreendimento atual e das possibilidades do que podemos trazer, a longo prazo, para o estado de Sergipe”, frisou o gerente de Relações Institucionais da Eneva, Rômulo de Souza.      

Seguindo o cronograma, a comitiva seguiu para o canteiro de obras da TAG, onde os participantes puderam conhecer mais sobre o projeto do gasoduto de transporte de gás natural e infraestruturas de acesso necessárias para conexão do Terminal de Armazenamento e Regaseificação de GNL da Eneva à malha da Transportadora. “A TAG recebe com muita alegria este grupo, sobretudo o diretor Cláudio Jorge, porque esse projeto representa a introdução de uma forma nova de acesso, aprovada pela Agência, à infraestrutura de gás natural, trazendo oportunidade de conexão de nova fonte de suprimento ao sistema integrado. Entendemos que o sistema de transporte é a forma de conectar diversas fontes de suprimento aos mercados locais, e ao mesmo tempo também oferece segurança de abastecimento à térmica. A TAG fica muito feliz em dar continuidade ao processo de abertura de mercado de maneira diversificada e inovadora, gerando novos empregos e efeitos multiplicadores na economia local”, argumentou a gerente de Assuntos Regulatórios da TAG, Cristina Sayão.

Unigel

Finalizando as visitas às empresas instaladas em Sergipe, os convidados seguiram para a Unigel, localizada em Laranjeiras. A unidade sergipana retomou suas operações em agosto deste ano e possui capacidade de produção de 450 mil toneladas de amônia e 650 mil toneladas de ureia ao ano. Atualmente, a Unigel é a maior consumidora de gás do estado. 

O diretor de Relações Governamentais e Novos Negócios da Unigel, Eduardo Barreto, lembrou, na oportunidade, o momento pelo qual passa a produção de fertilizantes nitrogenados no país. “Queremos agradecer ao apoio da ANP e dizer que esperamos continuar contribuindo para o agronegócio brasileiro, para a economia brasileira, e para isso todos os atores precisam estar unidos, visando o bem comum do país e da sociedade”. Por sua vez, o CEO da empresa, Roberto Noronha, pontuou os investimentos realizados em Sergipe. “Vamos continuar batalhando para que o Brasil seja autossuficiente em fertilizantes. E para que isso aconteça, é fundamental o apoio do governo”, completou.

O secretário-executivo da Sedetec, Marcelo Menezes, reconhece os desafios enfrentados pelo setor e afirma que o Governo do Estado está empenhado em apoiar a empresa. “Sabemos da dificuldade que o setor vem passando por conta do preço do gás, que hoje não é competitivo para que a indústria possa produzir o fertilizante nitrogenado, mas o Estado tem se somado. O governador Fábio Mitidieri e o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia, Valmor Barbosa, não têm medido esforços na busca de alternativas e caminhos para amenizar essa situação, no sentido de estarem atentos às oportunidades e de contribuírem para a continuação da produção aqui em Sergipe”, salientou.

Última atualização: 7 de dezembro de 2023 10:30.

Pular para o conteúdo