21 de novembro de 2022, 09:26

Governo de Sergipe investe mais de R$ 11 mi em ciência, tecnologia e inovação em 2022


Recursos foram aplicados em 14 editais ao longo do ano. Mais dois ainda serão lançados

Os investimentos em ciência, tecnologia e inovação buscam fortalecer o setor produtivo e promover o desenvolvimento econômico comprometido com as demandas sociais. É nesta direção que o Governo do Estado, por meio da Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica de Sergipe (Fapitec/SE) e em parceria com o Governo Federal, investiu neste ano R$ 11.091.460,00 para produção científica, gerando conhecimento e melhorias para Sergipe.


Com recursos do Fundo Estadual para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNTEC), a Fapitec/SE, vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), fomenta importantes práticas, estimulando a ciência, a tecnologia e inovação, como impulsionadores do desenvolvimento socioeconômico.


Ao longo de 2022, foram concretizadas ações com impacto direto na sociedade a partir da publicação de 12 editais em várias frentes de atuação, focados em áreas estratégicas para o desenvolvimento do estado. Com comprometimento e planejamento, essa marca histórica de editais e volume de recursos aplicados em ciência, tecnologia e inovação, foi garantida com recursos do tesouro estadual.


Além dos 12 editais publicados, há mais dois a serem lançados. Para esse processo, parcerias foram feitas pela Fapitec/SE com diversos órgãos do Estado, a exemplo da Sedetec e da Codise, do ITPS, e das Secretarias de Educação, Inclusão Social, Segurança Pública, Desenvolvimento Urbano, Agricultura e Saúde, para aportar bolsas de pesquisa e auxílio pesquisa para o desenvolvimento de políticas públicas nessas instituições.

“Traçamos, lá em 2021, uma meta arrojada de 14 editais a serem lançados no exercício de 2022. São editais focados em áreas estratégicas para o desenvolvimento do estado e graças ao comprometimento do secretário José Augusto, que abraçou o nosso planejamento, iremos concretizar essa marca histórica de editais e volume de recursos aplicados em ciência, tecnologia e inovação com recurso do tesouro estadual. Já publicamos 12 editais e temos mais 2 a serem lançados onde estávamos aguardando somente o término do período eleitoral. Vale destacar as parcerias feitas pela Fapitec/SE com diversos órgãos do estado, a exemplo da Sedetec, da Codise, do ITPS, da Seduc, da Sermah, da SSP, da SEIAS, da Seagri e da Secretaria de Saúde, onde pudemos aportar bolsas de pesquisa e auxílio pesquisa para o desenvolvimento de políticas públicas nessas instituições”, lembra o diretor-presidente da Fapitec/SE, Ronaldo Guimarães.


Para o secretário da Sedetec, José Augusto Carvalho, o resultado destes investimentos estarão, em breve, sendo vistos. “Investir em ciência e pesquisa é fundamental e procuramos ano a ano reforçar esse investimento não só junto à FAPITEC/SE, mas também junto a outros órgãos vinculados à Sedetec”, observa.

Ações
Através do Programa de Inovação Tecnológica (PROINT), o volume total de investimentos foi na ordem de R$ 2.503.800,00 para o lançamento de seis editais, dos quais, quatro já foram publicados e dois estão programados para publicação ainda em novembro. Somente com recursos do FUNTEC, no valor de R$ 985.800,00, foram realizadas ações voltadas para as áreas de iniciação tecnológica, bolsas de desenvolvimento tecnológico industrial, formulação de políticas públicas e estímulo ao empreendedorismo.

Também neste ano, o PROINT contou com investimentos através de acordo/termo de cooperação técnica com Secretarias de Estado na ordem de R$ 1.518.000,00. Os editais pautam a formação técnico-científica na graduação, com ofertas de bolsas, contratação de projetos e suporte financeiro para as ações contempladas. Na prática, tais ações oportunizam o incentivo à produção científica, tecnológica e de inovação, para fortalecimento da cadeia produtiva local como o empreendedorismo e às demais políticas sociais.

O Edital Nº 09/2022 – Tecnologias Sociais – contempla o suporte financeiro para execução de projetos que se constituam em instrumentos de auxílio à geração de renda em comunidades sergipanas, contribuindo para a redução da pobreza e melhoria da qualidade de vida. Através do edital Nº 07/2022 – Bolsas de Desenvolvimento Tecnológico Industrial – a Fapitec, juntamente com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurbs), buscar atrair recursos humanos qualificados e com experiência profissional em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) para a execução técnica e científica de ações de gerenciamento de recursos hídricos, dentre as quais, o aprimoramento do Sistema de Informações sobre Recursos Hídricos e o cumprimento de metas assumidas no Programa de Consolidação do Pacto Nacional pela Gestão das Águas (PROGESTÃO).

Captação de recursos
Além de recursos estaduais, a Fapitec/SE conta com investimentos federais, como o Acordo de Cooperação Técnica – ACT Nº 09/2022, firmado entre Fapitec/SE e a Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE). A iniciativa prevê a operacionalização de recursos para a contratação de até 11 empresas excedentes no Programa Nacional de Apoio à Geração de Empreendimentos Inovadores – Centelha II. Embora não haja a captação direta pela Fapitec/SE, os recursos serão aplicados em Sergipe por meio de programa gerido pela fundação. O instrumento jurídico prevê um montante de R$ 586.674,00.
Outro Acordo de Cooperação Técnica foi firmado entre Fapitec/SE e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), prevendo a aplicação de recursos no fomento de bolsas em empresas aprovadas no âmbito do Programa Centelha II, no montante de R$ 598.000,00.

Programa de Apoio e Fomento à Ciência e Tecnologia (PROAF)
No Programa de Apoio e Fomento à Ciência e Tecnologia (PROAF), a fundação lançou quatro editais que, juntos, somam investimentos no valor R$ 4.909.600,00.

Em parceria com o Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado (ITPS), a fundação lançou o edital Nº 08/2022 – BOLSAS DTR, com oferta de auxílio de pesquisa e bolsas, com recursos no valor de R$ 373.600,00. O edital tem como objetivo estimular a atração e a fixação de recursos humanos qualificados e com experiência profissional em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) para a execução de projetos em instituições públicas de pesquisa.

Já o edital N° 06/2022, são oferecidas 100 bolsas, 80 delas no Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PBIC) e 20 no Programa de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação (PBITI), cujo valor perfaz o montante de R$ 384.000,00. O objetivo do projeto é despertar a vocação científica e incentivar talentos potenciais entre estudantes de graduação, mediante sua participação em projetos de pesquisa ou de inovação tecnológica, proporcionando ao bolsista a aprendizagem de técnicas e métodos científicos e tecnológicos, a fim de prepará-los para a pós-graduação e empreendedorismo.

O edital N° 10/2022, em parceria com o CNPQ, no valor de R$ 600.000,00, tem o objetivo de apoiar projetos de pesquisa que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação do Estado de Sergipe, induzindo a inclusão de jovens doutores em equipes de pesquisa por meio da concessão de bolsas e auxílio à pesquisa.

Ainda no âmbito do PROAF, no dia 03 de novembro, foi lançado o Edital nº 12/2022 para Mestrado e Doutorado com Produto Tecnológico, no valor total de R$ 3.552.000,00. Os recursos são do FUNTEC e neste Programa estão sendo disponibilizadas, ao todo, 60 bolsas, sendo 40 bolsas de mestrado e 20 de doutorado. O referido Edital tem por objetivo a concessão de bolsa de mestrado e doutorado para discentes que estejam realizando pesquisas com potencial de se tornarem um produto tecnológico.

Programa de Comunicação e Inovação Tecnológica (PROCIT)
No campo da divulgação científica e da pesquisa na escola, a parceria entre órgãos do Governo possibilitou investimentos no valor total de R$ 3.678.060,00 através do Programa de Comunicação e Inovação Tecnológica (PROCIT) da Fapitec/SE, com o lançamento de cinco editais.

Foram lançados o Edital N° 01/2022 de Apoio à Divulgação da Ciência – Comunicação Científica, com recursos aportados na ordem de R$ 220.200,00; o Edital N° 02/2022 de Apoio a Projetos de Desenvolvimento do Ensino na Escola, no valor de R$ 1.220.000,00; o Edital Nº 03/2022, de Apoio a Olimpíadas de Ciências no valor de R$ 480.000,00; o Edital Nº 04/2022, Feiras de Ciências Escolares e Feira Científica Estadual, no valor de R$ 1.678.200,00; e o Edital nº 11/2022 Prêmio João Ribeiro de Divulgação Científica e Inovação Tecnológica, no valor de R$ 79.660,00.

Esses editais têm a finalidade de apoiar o desenvolvimento de projetos científicos, tecnológicos e de inovação na rede pública de ensino, estimular a pesquisa e a produção científica, além de incentivar a participação de estudantes em feiras científicas e olimpíadas de ciências, despertar o interesse por carreiras na área da ciência, impulsionar o desenvolvimento de soluções inovadoras, como também reconhecer e dar visibilidade através de premiação à profissionais que contribuíram significativamente para o desenvolvimento da pesquisa científica, tecnológica e inovadora e a divulgação da ciência no Estado.

Relacionado aos editais de desenvolvimento de pesquisa na escola, o superintendente executivo de Educação da Seduc, professor José Ricardo de Santana destaca que “os projetos financiados abrangem todas as áreas científicas. São pesquisas construídas e executadas na perspectiva bibliográfica, documental, além das atividades de campo, laboratório e também quantitativa e qualitativa”, explica.

Já no âmbito da divulgação da ciência, o edital do Prêmio João Ribeiro está aberto para submissão de propostas até 23 de dezembro deste ano, com premiação em dinheiro e placa de reconhecimento aos primeiros colocados nas categorias Pesquisador(a) Destaque, Pesquisador(a) Inovador(a), Jovem Cientista, Profissional de Comunicação e Empresa Inovadora. Os interessados devem acessar “Editais Abertos” no site da Fapitec/SE para obter mais informações.

Trabalho não para
No mês de novembro, a fundação, através do Programa de Inovação Tecnológica (PROINT), também lança um edital para a atração de recursos humanos qualificados e com experiência profissional em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação – PD&I, para a execução técnica e científica de ações em linha temática de interesse prioritário da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (CODISE). Serão ofertadas até sete bolsas na modalidade de Desenvolvimento Tecnológico e Industrial (DTI).

Outro ponto de destaque é a retomada do Programa de Apoio e Desenvolvimento de Políticas Públicas para o Estado de Sergipe, executado em parcerias com secretarias de estado, por meio dos seus respectivos Núcleos de Análises e Pesquisas em Políticas Públicas (NAPs). O programa tem como objetivo principal promover uma integralização entre Instituições de Ensino e Pesquisa (IEP) e organismos de governo, a fim de aprimorar as análises, formulações e implementações de ações e programas do poder público, que venham a atender às demandas sociais e institucionais.

Além disso, deve-se suscitar a iminente chamada para o Programa TECNOVA III, de fundamental importância para o estímulo da cultura empreendedora inovadora no estado, o qual se estima um aporte de recursos federais na ordem de R$ 8 milhões, provenientes da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP).

Também neste mês de novembro, a fundação, em parceria com a Seduc, realiza a contratação dos projetos aprovados como prioridade dois (propostas recomendadas e não financiadas), no Edital 09/2021 – Programa de Apoio à Núcleos de Estudos Avançados em Políticas Educacionais no Estado de Sergipe. O referido Edital teve por objeto apoiar a execução de projetos de grupos emergentes de pesquisa, que atuam em ações para o desenvolvimento de políticas educacionais de gestão das unidades e sistemas de ensino da educação básica (educação infantil, ensino fundamental e médio), que compreendam a organização das instituições, formação de professores, organização curricular (práticas de ensino/aprendizagem) e atividades de apoio pedagógico e administrativo. Tal edital visa conceder suporte financeiro aos trabalhos dos referidos grupos, induzindo a formação de novos núcleos de excelência na área de educação, vinculados a instituições de ensino superior e pesquisa, públicas ou privadas, sediadas no Estado de Sergipe.