IPTI desenvolve metodologia de avaliação em parceria com universidade americana

Pesquisadores da Universidade de Rice, no Texas, e das Universidades Federais de Sergipe (UFS) e do Ceará (UFC) estão envolvidos no projeto

O Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação (IPTI) vem avançando no desenvolvimento e acompanhamento de tecnologias sociais que buscam melhorar o ensino e aprendizado nas escolas públicas do Baixo São Francisco. A mais recente medida do Instituto é a construção de uma metodologia de avaliação de impacto da ferramenta Synapse, voltada aos alunos e professores das séries iniciais do ensino fundamental, em especial na alfabetização.

Na última sexta (13) e no sábado (14), o grupo de trabalho reuniu-se pela primeira vez para iniciar o planejamento de construção da metodologia. A reunião contou com a participação de professoras da Rede Synapse, do professor Guilherme Diniz, da Universidade Federal do Ceará (UFC), e do professor Flávio Cunha, da Universidade de Rice, nos Estados Unidos. A proposta é que a metodologia seja construída de forma participativa, com a opinião dos professores das escolas sobre seu desenvolvimento e aplicação. Também integram a parceria pesquisadores da Universidade Federal de Sergipe (UFS).

O apoio financeiro é oferecido pela Secretaria de Tecnologias Aplicadas do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação (MCTIC). O IPTI conta ainda com o suporte do Governo do Estado, através da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sedetec).

Eixos

“Estamos animados e confiantes de que, ano após ano, vamos construir uma metodologia de avaliação do Synapse que ajudará a consolidar a reputação desta tecnologia social e dos professores e professoras que a utilizam corretamente, para que a Rede Synapse ganhe mais e mais apoiadores e possa se expandir com eficácia e sustentabilidade”, afirma o co-fundador do IPTI, Saulo Barretto.

A avaliação do Synapse será organizada de acordo com quatro eixos principais, sendo o primeiro deles o grau de fidelidade do uso da metodologia pelo professor e pelo reaplicador. Serão considerados também o tempo de hora útil das aulas, o impacto na aprendizagem dos alunos e o retorno econômico. O Synapse tem o propósito de oferecer um material de trabalho focado na realidade local dos alunos e professores, sinalizando possíveis distorções e facilitando o planejamento.

Última atualização: 15 de maio de 2020 13:35.

Pular para o conteúdo