Sebrae e Fapitec firmam parceria para apoiar mulheres empreendedoras

Ação irá garantir oferta de apoio técnico para contempladas em edital de inovação

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Sergipe (Sebrae/SE) e a Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (Fapitec/SE) assinaram nesta terça-feira, 15, um termo de cooperação técnica com o objetivo de desenvolver ações para fortalecer o empreendedorismo feminino no estado.

Pelo acordo, as mulheres contempladas no edital ‘Programa de Apoio a Mulheres Empreendedoras em Sergipe’ terão acesso à metodologia de pré-aceleração de startups desenvolvida pelo Sebrae para colocar suas ideias de negócios inovadores no mercado de forma rápida e consistente. O edital foi lançado pela Fapitec no dia 8 de março e busca incentivar o desenvolvimento de soluções tecnológicas para bens, serviços ou processos, por meio de projetos cooperativos entre as empreendedoras e cientistas.

Serão investidos R$ 342 mil provenientes do Fundo Estadual para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNTEC), e cada proposta submetida poderá solicitar recursos financeiros no valor máximo de R$ 68,4 mil, sendo R$ 30 mil em recurso de subvenção econômica e R$ 38,4 mil em bolsa de Pós-Doutorado Júnior (PDJ), quando houver. As inscrições já estão abertas e vão até 29 de abril no site da Fapitec (www.fapitec.se.gov.br).

As cinco primeiras selecionadas serão beneficiadas com o apoio técnico do Sebrae por meio da oferta de uma metodologia que busca transformar ideias inovadoras em negócios de alto impacto. Elas irão vivenciar as diversas fases de desenvolvimento de uma startup, contando com a ajuda de mentores e profissionais especializados.

“É uma parceria importante, porque vai viabilizar o apoio necessário para que essas mulheres consigam transformar suas propostas em negócios com mais chances de sobrevivência no mercado”, destaca o diretor-presidente da Fapitec, Ronaldo Guimarães.

Atividades

As atividades serão oferecidas por meio de encontros presenciais e virtuais, abordando quatro temas: Ideação e estratégia (orientações sobre que é uma startup e como ser uma pessoa de execução, orientada a dados, com foco em crescimento e capaz de conduzir um processo de entrada no mercado); Validação (momento de verificar os processos de validação e entendimento do nicho de mercado em que se está entrando); MVP + primeiros clientes (desenho de processos de entrega de valor para os clientes) e Operação e Gestão (desenvolvimento de métricas acionáveis e que realmente mostrem o real crescimento da empresa, além de introdução de técnicas ágeis de gestão).

Além disso, elas contarão com treinamento para o pitch, que consiste em uma apresentação da ideia para potenciais investidores. Também serão oferecidas mentorias individualizadas.

“Um programa de pré-aceleração para startups conta com prazos a serem respeitados, avaliadores, treinamento e várias outras etapas que ajudam os empreendedores a se preparar para o mercado. Isso dá ao projeto um caminho a seguir, prazos, metas e tarefas que dizem respeito a terceiros, além de ferramentas e recursos necessários para que esse caminho seja trilhado e as experiências sejam vividas”, explica o superintendente do Sebrae, Paulo do Eirado.

Informações adicionais sobre o Edital podem ser obtidos junto à Diretoria Técnica da FAPITEC/SE, através da Coordenação do Programa de Apoio à Inovação Tecnológica (PROINT), pelo telefone (79) 3259-3007 ou pelo e-mail proint@fapitec.se.gov.br.

Última atualização: 16 de março de 2022 09:01.

Pular para o conteúdo