26 de agosto de 2021, 09:00

Sergipe discute investimentos em Petróleo e Gás com Governo do RJ, IBP e ExxonMobil


Dando continuidade à rodada de reuniões entre Governo de Sergipe e instituições do setor de Petróleo e Gás no Rio de Janeiro, o titular da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), José Augusto Carvalho, participou nesta quarta-feira (25) de encontros junto à equipe de Desenvolvimento Econômico do Governo do Rio, Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP) e ExxonMobil. Na oportunidade, o secretário esteve acompanhado do superintendente-executivo da pasta, Marcelo Menezes, e do deputado federal Laércio Oliveira.

Visando o estabelecimento de cooperação técnica entre os estados de Sergipe e Rio de Janeiro, o grupo de trabalho sergipano foi recebido pelos gestores da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais (Sedeeri), no Palácio Guanabara. Além do secretário e deputado federal Vinícius Farah, o superintendente da pasta, Sérgio Coelho, recepcionou os visitantes.

“Foram discutidas questões relativas ao setor de Petróleo e Gás e possibilidades de cooperação técnica, buscando atrair investimentos que não sejam competitivos entre os estados, na medida em que muitas atividades podem ser desenvolvidas simultaneamente. Também discutimos o alinhamento com relação à legislação e à questão regulatória, e apresentamos o plano tributário desenvolvido em Sergipe. Foi uma visita para estabelecimento de bases, visando uma troca de experiências”, explicou José Augusto Carvalho.

Na sequência, os representantes sergipanos participaram de uma reunião no IBP com a presença do presidente da entidade, Eberaldo de Almeida Neto. Estiveram em pauta a conexão do terminal de GNL da Celse à malha de transporte e a oferta de gás por parte dos produtores para atender às distribuidoras e aos consumidores livres do Nordeste. O projeto do Pólo de Fertilizantes de Sergipe foi mais um dos assuntos tratados, assim como a necessidade futura de oferta de gás como suporte às decisões de investimentos.

Também estiveram presentes ao encontro a diretora-executiva de Gás, Sylvie, D’Apote, o diretor-executivo de E&P, Flávio Vianna, a diretora-executiva de Downstream, Valeria Lima, a conselheira de Transição, Clarissa Lins, e o conselheiro consultivo Luiz Costamilan. “Foi acordada a realização de novas reuniões, quando faremos um detalhamento maior das questões apresentadas pelo estado de Sergipe”, afirmou o superintendente-executivo da Sedetec.

Concluindo as atividades do dia, a equipe sergipana compareceu à sede da ExxonMobil no Rio de Janeiro. O vice-presidente da empresa no Brasil, Alberto Ferrin, apresentou o andamento e programação dos investimentos realizados no litoral de Sergipe, com perfuração do primeiro poço exploratório prevista ainda para 2021. Na oportunidade, Ferrin destacou que o grande potencial da jazida em território sergipano justificou sua manutenção na pauta da empresa para o próximo período. O vice-presidente pontuou, ainda, que a perfuração do primeiro poço será seguida de análises para definição do programa de continuidade exploratória, com posterior planejamento de produção em caso de os resultados serem considerados satisfatórios.

Outros assuntos, a exemplo da oferta de gás e da contextualização de Sergipe no setor de óleo e gás brasileiro, foram abordados no encontro. Também em nome da ExxonMobil, estiveram presentes o diretor vice-presidente e gerente de Operações Upstream, Robert Prusser, a head de Assuntos Internacionais e Governamentais, Valéria Rossi, e o representante do setor de Desenvolvimento Comercial da empresa, João Vicente de Carvalho Vieira.